quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Aula de Geografia

Transumância é um tipo de migração sazonal, na qual o Homem permanece nos locais por períodos curtos e claramente determinados por um fator específico. Cortadores de cana, pessoas que trabalham em construção, pessoas que ficam fora no tempo de seca do nordeste. Todos eles e eu.

Nós temos juntos a mesma coisa, nós somos parte de um todo muito mais abrangente, muito mais completo. O nosso endereço é o mundo, e onde quer que as situações peçam pra gente estar, estaremos.
Nós temos em comum o desapego à terra, a consciência de que nada se perde de verdade, de que amigos, gente boa, gente ruim, há em qualquer lugar.
Nós temos em comum uma mesma verdade que nos cerca, que faz sentido.



Escolhi esse nome não por mudar sempre de casa, indo para onde quer que os eventos me levem, mas por mudar sempre de mim. Já morei em eus diferentes mas assim como o mundo nunca vai deixar de ser o mesmo, eu nunca consegui deixar de ser eu. Não de verdade.
E no fim eu acabo virando uma mistura, uma massa compacta de chão batido, cheio de coisas diferentes e pensamentos confusos e aleatórios.

(E também, claro, porque já perdi a conta de quantos blogs eu tive, por diferentes motivos.)

8 comentários:

Flora disse...

Isso me faz lembrar dos seus avatares de anjo e suas roupas góticas.

Flora disse...

Ah, e o que diria a Rayssa vegetariana se soubesse que o endereço do blog é esse?

(Ok, isso me lembrou a história da viagem no tempo)

Éri disse...

Você faz blogs novos com a mesma freqüência que a minha amiga pinta o cabelo. E acredite, isso realmente é freqüente.
Você faz blogs novos dependendo do estado de espírito que você se encontra, estou pensando em começar a contar os seus blogs e fazer uma tese sobre isso. Me arranjaria um mestrado em psicologia.
Mas eu não vou fazer psicologia.
MM ficaria orgulhoso do título do seu blog. Ou talvez não.
Definitivamente não.
E como eifadary é uma palavra?

C. Passos disse...

Ei, outro dia você me disse que não ia mais comer carne, porra. FRaaaaaaauddeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
=P~

Juh disse...

Eu gostei da URL. Tinha entendido que tinha alguma coisa a ver com, sei lá, algo que você jurou nunca fazer e no final não resistiu à tentação, ou uma alusão ao "desta água não beberei", e esse blog seria como o velho desejo renascendo, o gosto de postar, que de certa forma tem um gosto de carne.
Mas eu sei que tá errado.
E se tiver algum tipo de arte conceitual nesse treco, perdoe-me.
E quando eu li "transumância" eu falei "ih, nada a ver com o que eu tinha imaginado".
Mas pra variar você consegue desprender a imagem da palavra em qualquer coisa, até mesmo no que a gente aprendeu nas aulas de geografia u.u
E eu não tô com raiva de você

° Beta ° disse...

Eeeeba, você voltou! Eu que não ando com muito pique para escrever, mas tenho lido bastante e já estou adicionando o blog novo no meu Google Reader. Beijo!

Anônimo disse...

essa porra é escrota

Anônimo disse...

Estou fazendo um trabalho sobre migracoes transumanicas e isso me ajudou um pouquinho,valeu ae